Quiz
Jogo
Debate
Notícias
 
 

 

Podemos escolher o sexo do bebé?

Hoje em dia, durante a FIV, é possível escolher o sexo de um embrião. Os médicos podem fazê-lo utilizando um de dois métodos. O primeiro método consiste no rastreio de uma amostra de esperma do pai e fertilizar o ovo apenas com um espermatozóide "feminino" ou com um espermatozóide "masculino". O segundo método é o PGD, utilizado para rastrear os embriões que poderão vir a sofrer doenças genéticas.


Cromossomas

O PGD é efectuado durante a FIV, quando o ovo é fertilizado pelo espermatozóide em laboratório. O ovo fertilizado desenvolve-se durante alguns dias antes de lhe ser retirada uma célula. Esta célula é então analisada com vista a verificar quer o sexo do embrião quer a presença de genes anormais. Surpreendentemente, não existem indícios que a remoção de uma célula afecte o desenvolvimento do embrião.


Congelar embriões
A determinação do sexo do bebé é importante no caso de doenças genéticas que só se desenvolvem em bebés do sexo masculino, como a hemofilia e a distrofia muscular de Duchenne. Em caso de historial familiar dos pais (de doenças relacionadas com o sexo masculino), podem ser rejeitados os embriões do sexo masculino com malformações.
Os médicos escolhem então um embrião saudável do sexo feminino e implantam-no no útero da mãe, para que esta possa gerar um bebé saudável.

Na maioria dos países, a escolha de sexo do bebé só é permitida se o objectivo for evitar doenças genéticas. Na Grã-Bretanha, é ilegal escolher o sexo de uma criança apenas porque os pais gostariam de ter um menino ou uma menina.


Castellano 
Català 
Dansk 
Deutsch 
English 
Français 
Italiano 
Português 
Suomi 
Svenska 
 
©2002 bionet